Contagem convoca trabalhadores da Saúde que atuam no município e ainda não foram vacinados contra a Covid-19 para se imunizarem

Os trabalhadores da Saúde que atuam em Contagem e ainda não foram imunizados contra a Covid-19 devem comparecer a partir desta segunda-feira (31/5) à Escola Municipal Heitor Villa Lobos, localizada na Praça Marília de Dirceu, 20, bairro Inconfidentes para serem vacinados. O atendimento será das 9h às 15h, de segunda a sexta, exceto feriados.

Os trabalhadores da Saúde a serem vacinados contra a Covid são:

1. Os indivíduos que trabalham em estabelecimentos de assistência, vigilância à saúde, regulação e gestão à saúde HUMANA, ou seja, que atuam em estabelecimentos de serviços de saúde, a exemplo de hospitais, clínicas, ambulatórios, unidades básicas de saúde, laboratórios, farmácias, drogarias e outros locais.
2. Inclui-se, ainda, aqueles profissionais que atuam em cuidados domiciliares (exemplos: programas ou serviços de atendimento domiciliar, cuidadores de idosos, doulas/parteiras), funcionários do sistema funerário, Instituto Médico Legal (IML) e Serviço de Verificação de Óbito (SVO) que tenham contato com cadáveres potencialmente contaminados;
3. Acadêmicos em saúde e estudantes da área técnica em saúde em estágio hospitalar, atenção básica, clínicas e laboratórios que estejam atuando em estabelecimentos de interesse à saúde.
Os trabalhadores dos demais estabelecimentos de serviços de interesse à saúde (academias de ginástica, clubes, salão de beleza, clínica de estética, óticas, estúdios de tatuagem e estabelecimentos de saúde animal etc.) NÃO serão contemplados nos grupos prioritários elencados inicialmente para a vacinação.

Confira abaixo os requisitos para a vacinação, conforme orientações da SMS:

Documentos exigidos (obrigatórios) para a vacinação: 

• Documento oficial com foto;
• CPF;
• Carteira do conselho profissional (CRM, Coren, CRO, Crefito etc.) para profissionais de saúde;
• Contracheque recente (no máximo até os últimos 3 meses) OU
• Contrato de trabalho, OU
• Declaração de vínculo (apenas para prestador de serviço de estabelecimentos de saúde) OU
• Cópia do carnê de contribuição do INSS OU
• Carteira de trabalho OU
• IRPF 2020 ou 2021.

A fim de comprovar a atuação na reabilitação de saúde e/ou atendimento domiciliar em Contagem, o trabalhador deve entregar uma declaração emitida por um paciente contendo as seguintes informações: nome completo do paciente, CPF, endereço, qual tipo de reabilitação é realizada (ortopédica, cardiológica etc.) e dados como profissional (nome completo, CPF e número do registro profissional). O trabalhador deve levar os documentos originais OU cópias do paciente. Não temos modelo de declaração.

Documentos pessoais não serão retidos. Apenas a declaração. 

Levar o cartão de vacinação se possuir.

A ausência de documento que comprove a atividade laboral em estabelecimento de saúde humana ou atendimento à saúde humana no município de Contagem levará ao cancelamento da vacinação.

Não serão vacinados trabalhadores afastados por atestado médico e menores de 18 anos.

Orientações pré-vacinação:

• Se testado positivo para Covid-19 nos últimos 30 dias: adiar a vacinação 30 dias após resultado positivo ou início dos sintomas.
• Se sintomático respiratório, sem exame, adiar a vacinação 30 dias após o início dos sintomas.
• Apresenta algum quadro de doença febril aguda (Febre há menos de 48h): não vacinar.
• Pacientes oncológicos em tratamento ou em uso de medicação imunossupressora: somente com relatório médico liberando a vacinação.
• Gravidez ou amamentação: apenas com relatório médico.
• Se usa alguma medicação: informar ao vacinador.
• Se usa anticoagulante: informar ao vacinador.
• Se tem alguma alergia: informar ao vacinador.
• Se já teve alguma reação com vacinas anteriores: informar qual, ao vacinador.
• Se tomou alguma vacina nos últimos 14 dias: adiar a vacinação para depois de 14 dias da última vacina.

 

Orientações pós vacina:

• Aguardar até 15 mim para verificar o aparecimento de possíveis reações.
• Não utilizar nada no local da aplicação
• Não tomar outra vacina nos próximos 14 dias
• Qualquer reação procurar UBS mais próxima de sua moradia, com o cartão de vacinação
• Possíveis reações até 7 dias mais comuns: cefaléia e dor local. Incomum: diarréia, mialgia. Após 7 dias: dor

Repórter Vanessa Trotta Batista

Fotógrafo Fábio Silva