Contagem anuncia nova ação para apoiar economia e decide flexibilizar restrições pontuais para o Dia das Mães

Em reunião na tarde desta segunda-feira (3/5), o Comitê de Combate à Covid-19 em Contagem discutiu quais serão os próximos passos no enfrentamento à pandemia e medidas para contribuir para a recuperação da economia da cidade. Dentre as medidas aprovadas estão a revisão da abertura de alguns estabelecimentos aos domingos e o funcionamento, em caráter excepcional, de feiras e comércio não-essencial em virtude do Dia das Mães, celebrado no próximo domingo (9/5), desde que respeitados os protocolos sanitários.

Confira as medidas:

Excepcionalmente, em virtude do Dia das Mães: 

  • Abertura de feiras no próximo sábado (8/5), com fiscalização intensificada e protocolos rígidos de segurança sanitária, obedecendo distanciamento social, uso de máscaras e evitando aglomerações. As feiras voltam a fechar no domingo (9/5).
  • Realocação da Feira do Industrial, tradicionalmente realizada aos domingos, para o sábado (8/5).
  • Abertura do comércio não-essencial como bares, restaurantes, shoppings e comércio não ligado ao gênero alimentício ou de medicamentos no domingo (9/5), também seguindo protocolos sanitários e com controle de entrada do público. Os setores voltam às regras de fechamento aos domingos após o Dia das Mães.

Medidas permanentes que serão incorporadas à flexibilização:

  • Comércio essenciais do gênero alimentício como supermercados, padaria e açougues retomam o funcionamento aos domingos.
  • Manutenção do funcionamento do comércio não-essencial até às 20h, todos os dias, com reforço na fiscalização.

Todas as medidas serão acompanhadas pelo Comitê e estarão condicionadas aos dados epidemiológicos da cidade. Além disso, a Prefeitura de Contagem tem dialogado com outros setores para ampliar a flexibilização, seguindo protocolos específicos que estão em construção a partir do diálogo.

A prefeita Marília Campos ressaltou a importância das medidas de contenção da Covid e cobrou da população a responsabilidade neste momento para que a cidade não precise retomar medidas mais rígidas.

“Precisamos dividir responsabilidades e cobrar do outro a atitude de cuidar. Vivemos uma situação de completa exaustão em relação às restrições e ao fechamento da atividade econômica. Neste momento, é preciso dar fôlego para a economia, mas com total responsabilidade. Minha proposta é soltar mais um pouco as rédeas, mantendo a restrição de funcionamento às 20h, desenvolvendo a responsabilidade das pessoas. Se não continuar tomando os cuidados, vamos ter que fechar de novo”, afirma Marília.

O secretário de Governo de Contagem, Pedro Amaral, também participou do encontro e ressaltou a importância do compromisso com as medidas sanitárias.  “Queremos fazer com que a população se convença a atuar junto da cidade. Precisamos de maior compromisso das pessoas com o Pacto pela Vida, principalmente os bares e restaurantes. Vamos aumentar o diálogo com esse setor, cobrar que eles se responsabilizem e, se não houver esse movimento, teremos que tomar medidas mais drásticas”, acrescentou o secretário.

Vacinação

Contagem recebeu nesta segunda-feira (3/5) mais 15.675 doses das vacinas contra a Covid-19 e, com isso, a Prefeitura irá ampliar a vacinação para idosos a partir de 60 anos nesta terça-feira (4/5). Segundo definição do Governo do Estado, essas doses são destinadas para imunização dos trabalhadores de saúde, idosos e forças de segurança, sendo 200 para a primeira dose deste último grupo prioritário.

Durante o encontro, o secretário de Saúde, Fabrício Simões, propôs o plano de um novo mutirão, que será estudado pela Secretaria. “Com essas novas doses, vamos analisar os cenários e discutir com as regionais de saúde, a possibilidade de um novo mutirão para que possamos dar celeridade à vacinação em Contagem”, disse.

Repórter Rafael D’Oliveira

Fotógrafo Robson Moreira